Sistema para Pedágios

ROBUSTEZ

  • Operação em regime de contingência
  • Escalabilidade usando recursos de clusters
  • Boas práticas de programação são utilizadas no desenvolvimento do software
  • Linguagens de programação consolidadas
  • Rastreabilidade das transações
  • Redundância entre sensores
  • Identificação e sinalização de falhas
  • Os dados de pistas são transmitidos criptografados
  • Operação em regime de contingência
  • Escalabilidade usando recursos de clusters
  • Boas práticas de programação são utilizadas no desenvolvimento do software
  • Linguagens de programação consolidadas
  • Rastreabilidade das transações
  • Redundância entre sensores
  • Identificação e sinalização de falhas
  • Os dados de pistas são transmitidos criptografados

DEFINIÇÕES

Papéis

  • Papel: é como o sistema diferencia as suas diversas operações.

Um papel pode ser de Arrecadação ou Administrativo. Um papel de arrecadação define o processo de apuração de resultados financeiros.  Um papel administrativo define condições de acessibilidade às funções que não impliquem operação financeira.

Tipos de papéis:

  •  Administrativo;
  •  Arrecadação:
  • Arrecadador;
  • Coletor de Sangria;
  • Supervisor;
  • Tesoureiro;
  • Vendedor de Cupons;
  • Responsável por Pista;
  • Pista Fechada;
  • Pista Automática.

O atendimento mais rápido nos pedágios diminui o tempo de espera nas filas

Papel

  1. Podem ser criados quantos perfis o usuário desejar;
  2. Determina as permissões de acesso a todas as funcionalidades do sistema conforme associadas ao papel.

Perfil

  1. Quantidade fixa no sistema, não sendo possível ao usuário criar outros;
  2. Determina como o sistema tratará internamente a apuração da receita.

TENHA TOTAL INTEGRAÇÃO DAS CONCESSIONÁRIAS NO SEU ERP

Integração, através de Webservice, garantindo envio e recebimento de dados de forma assíncrona com controle de integridade e duplicidade de informações.

Transportadora de Valores

  • Tecnologia para identificação de carros transportadores de valores
  • O sistema registra o depósito de malotes mediante as informações contidas no arquivo retornado pela Transportadora de Valores.

SISTEMA DE RECONHECIMENTO DE PLACAS ALTAMENTE EFICIENTE

  • Escopo de serviços de customização do sistema SICAT com o uso de reconhecimento óptico LPR para leitura de placas veiculares;
  • Minimiza a interação do Responsável por Pista na ocorrência de não leitura de TAG, devido ao reconhecimento da placa do veículo (LPR) e da verificação de um TAG válido associado a esta placa;
  • Mesmo sem a leitura de antena, o sistema buscará um TAG associado ao respectivo veículo, essa transação será exibida para confirmação de atribuição de TAG realizada (processo similar a Pré Correção do SICAR MOBILE).
  • A funcionalidade especificada abrange o seguinte processo de arrecadação:
  • Identificação e liberação de veículos com TAGs associados tanto em pistas automáticas como mistas.
  • Leitura da imagem e identificação da placa ocorrem na janela de associações de TAG, em tempo hábil para abertura da cancela;
  • Todas as pistas devem ter SSD e no mínimo processador I5 ou compatível.

DETALHAMENTO DA FUNCIONALIDADE

 

 

  • O que é LPR: Tecnologia de processamento de imagem utilizada para identificar veículos da placa, usada em diversas aplicações de tráfego e segurança;
  • Diminui o trabalho necessário na Correção de Transações;
  • Realizado de maneira eletrônica através de uma DLL da Pumatronix, lendo o conteúdo escrito na imagem;
  • Ajustes da câmera são indispensáveis;
  • Transações de “TAG bloqueado” e “ Sem leitura de TAG” podem ser liberadas automaticamente pelo PCV quando a identificação da placa for realizada pelo LPR com percentual de confiabilidade igual ou superior a 97%;
  • Caso o PCV liberar o veículo com informações do LPR a transação será considerada manual e terá motivos de correção específicos (“ TAG bloqueado com mídia atribuída em pista” e “Violação com mídia atribuída em pista”);
  • Transações em que as placas forem obtidas pelo LPR após o intervalo de tempo configurado ou com percentual de confiabilidade inferior a 97% a placa reconhecida será descartada e o veículo irá parar na pista.
  • Nenhuma alteração de software será necessária;
  • A operação:

 

  • > Veículo com TAG liberado entra em pista AVI ou mista;
  • > Leitura realizada pela antena;
  • > AMP sinaliza ao CV que o TAG está liberado;
  • > O CV libera o veículo e finaliza a passagem;
  • > Uma transação automática em pista é gerada e enviada aos níveis superiores.
  • APM será alterado a fim de verificar se a placa possui outros TAGs associados e liberados além do TAG lido pela antena;
  • Nesse caso o CV enviará a informação e da Violação para que seja possível, ao nível 3 associá-los automaticamente (pré-correção).

A operação:

  • >Veículo com TAG bloqueado entra em pista AVI ou Mista;

    >Leitura é realizada pela antena;

    > AMP sinaliza ao CV que o TAG está bloqueado;

    > LPR identifica a placa e envia ao CV ( a placa só será considerada se tiver nível de acerto superior à 97%);

    > O CV solicita ao AMP verificar a existência de outros TAGs associados à placa;

    > AMP identifica que existem dois TAGs liberados, além do lido pela antena;

    > AMP seleciona o mais elegível e envia ao CV

  • AMP seleciona o mais elegível e envia ao CV;
  • CV libera o veículo e finaliza a passagem;
  • Uma transação manual em pista automática é gerada e enviada aos níveis superiores (Placa e TAG elegível).
  • Na configuração da interoperabilidade serão disponibilizadas as opções para ordenar a precedência da elegibilidade do TAG;
  • É possível para a concessionária determinar qual TAG prioritariamente deverá ser considerado na transação.

IMAGENS DO SISTEMA

Entre em contato
WordPress Theme built by Shufflehound. Compsis Computadores e Sistemas Industria e Comércio Ltda
Rua Pindamonhangaba 160 - Vila Nova Conceição
CEP:12231-090 São José dos Campos / SP
(12)21393966